SOB A REDOMA, STEPHEN KING

#leituracoletiva #sobaredoma #underthedome #stephenking #amoler #resenha #debateliterário #leitura #livros #amolivros #bookblog #bookgram #sentapraler #spl

Olá meus moranguinhos do nordeste s2


Vim contar para vocês que sábado, dia 11 de Maio, demos o pontapé na leitura de Sob a Redoma, do mestre Stephen King!


Nossa leitura é de um capítulo com deus respectivos subcapítulos por semana, com debates sempre aos sábados! Vou deixar até nossa tabelinha de debates para vocês acompanharem caso queiram!


O legal é que toda segunda vou postar sobre como foi nosso debate e as minhas impressões da leitura da semana! Ou seja, bem vindxs a coluna Lendo com a Lua!!

Para começar, vamos ler a sinopse desse livrão (olha o trocadilho)?



SOB A REDOMA, STEPHEN KING


ISBN-13: 9788581051130 ISBN-10: 8581051138 Ano: 2012 / Páginas: 960 Idioma: português Editora: Suma de Letras


Na trama, em um dia como outro qualquer em Chester’s Mill, no Maine, a pequena cidade é subitamente isolada do resto do mundo por um campo de força invisível. Aviões explodem quando tentam atravessá-lo e pessoas trabalhando em cidades vizinhas são separadas de suas famílias. Ninguém consegue entender o que é esta barreira, de onde ela veio e quando — ou se — ela irá desaparecer.

Os moradores de Chester’s Mill percebem que terão de lutar por sua sobrevivência. Pessoas morrem, aparelhos eletrônicos entram em pane ao se aproximar da redoma e a situação fica ainda mais grave quando a cidade se vê exposta às graves consequências ecológicas da barreira. Para piorar a situação, James “Big Jim” Rennie, político dissimulado e um dos três membros do conselho executivo da cidade, usa a redoma como um meio de dominar a cidade.

Senta pra Ler

Enquanto isso, o veterano da guerra do Iraque, Dale Barbara, é reincorporado ao serviço militar e promovido à posição de coronel. Big Jim, insatisfeito com a perda de autoridade que tal manobra poderia significar, encoraja um sentimento local de pânico para aumentar seu poder de influência. O veterano se une a um grupo de moradores para manter a situação sob controle e impedir que o caos se instaure. Junto a ele estão a proprietária do jornal local, uma enfermeira, uma vereadora e três crianças destemidas.

No entanto, Big Jim está disposto até a matar para continuar no poder, apoiado por seu filho, que guarda a sete chaves um segredo. Mas os efeitos da redoma e das manobras políticas de Jim Rennie não são as únicas preocupações dos habitantes. O isolamento expõe os medos e as ambições de cada um, até os sentimentos mais reprimidos. Assim, enquanto correm contra o pouco tempo que têm para descobrir a origem da redoma e uma forma de desfazê-la, ainda terão de combater a crueldade humana em sua forma mais primitiva.



Como nosso primeiro debate já foi, vou contar para vocês um pouco sobre minhas impressões:


King não deixa a desejar em N-A-D-A! Sob a redoma já começa se mostrando complexo, já que nas primeiras páginas traz uma lista com todas as personagens que encontraremos ao longo da história (ponto para discutirmos em outro post: O Desparecimento de Stephanie Mailer, do Joel Dicker, também usa essa listinha de personagens).


Normalmente, em livros calhamaços, levamos em torno de 100 páginas para que algo de fato aconteça e você comece a ver a história se desenrolar. Mas, como sempre, com Sob a Redoma não é assim! O primeiro capítulo tem 3 páginas. 3 PÁGINAS. E sua sensação assim que acaba é de: QUE? COMASSIM? VOLTAQUI!


O avião e a marmota é um capítulo que, ainda que só tenha essas 3 páginas (sim estou repetindo porque fiquei chocada), é recheado de suspense dado os acontecimentos relatados.



Me diz aí, tem vontade de ler Sob a Redoma? Se tiver, vou deixar o link do grupo para a leitura coletiva!


https://chat.whatsapp.com/J5ewqjygYqLFzVkveLYMam



Cronograma:


Cronograma de Leitura - Sob a Redoma




35 visualizações7 comentários